LER /DORT-RISCOS MECÂNICOS PARA OS CABELEIREIROS

Alguns cabeleireiros chegam ao final de sua vida com sérios problemas de saúde ocasionados por tarefas desenvolvidas de forma errada e repetitiva.

Já parou para analisar quais podem ser os principais motivos? Você já ouviu falar das siglas LER ou DORT? Sabe a diferença entre elas? São doenças ? Como podem afetar a qualidade de vida e a saúde dos profissionais de beleza?

cabeleireiro

O termo LER é a abreviatura de Lesões por Esforços Repetitivos e consiste em uma entidade, diagnosticada como doença, na qual movimentos repetitivos, em alta frequência e em posição ergonômica incorreta, podem causar lesões de estruturas do Sistema tendíneo, muscular e ligamentar, não é propriamente uma doença. É uma síndrome constituída por um grupo de doenças – tendinite, tenossinovite, bursite, epicondilite, síndrome do túnel do carpo, dedo em gatilho, síndrome do desfiladeiro torácico, síndrome do pronador redondo, mialgias, que afeta músculos, nervos e tendões dos membros superiores principalmente, e sobrecarrega o sistema musculoesquelético.

23f6a067599ae98276b159b7685c0abf_XL

Esse distúrbio provoca dor e inflamação e pode alterar a capacidade funcional da região comprometida. Mas por que essa associação com os profissionais da área de beleza? Isso acontece por que a carga horária e física dos profissionais do segmento de beleza podem ser extremamente exigentes e repetitivas em termos físicos, possibilitando a ocorrência de lesões, sobretudo na região cervical, nos ombros e pulsos. Geralmente isso ocorre devido a posturas incorretas e ao trabalho de pé, que chega a ocupar mais do que o dobro do tempo normal de um dia de um trabalhador, que seria 8 horas diárias.

woman with beauty salon vector

Mas, de onde surgiu o termo DORT? Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, a sigla DORT foi introduzida para substituir a sigla LER, particularmente por duas razões:

1º A maioria dos trabalhadores com sintomas no sistema musculoesquelético não apresenta evidência de lesão em qualquer estrutura;

article80

2º Outra razão é que além do esforço repetitivo (sobrecarga dinâmica), outros tipos de sobrecargas no trabalho podem ser nocivas para o trabalhador como sobrecarga estática (uso de contração muscular por períodos prolongados para manutenção de postura); excesso de força empregada para execução de tarefas; uso de instrumentos que transmitam vibração excessiva; trabalhos executados com posturas inadequadas. Atualmente, sabe-se que, além dos fatores mecânicos, também estão envolvidos fatores sociais, familiares, econômicos, bem como graus de insatisfação no trabalho, depressão, ansiedade, problemas pessoais ou outros, tornando altamente questionável o diagnóstico de LER ou DORT em muitos trabalhadores.

Uns dos principais fatores são: O posicionamento incorreto do cabeleireiro no lavatório e na cadeira de atendimento. Um outro destaque especial seria para a postura incorreta das manicures por horas a fio sentadas forçando a coluna, sem exercícios e intervalos apropriados. Fatores como esses podem gerar inúmeros traumas em longo prazo. A tabela abaixo resume algumas principais doenças registradas no segmento:

 Membro Afetado

Causas

 Efeitos na Saúde

Mãos e articulações ·  Flexão e movimento das articulações

·  Corte com materiais inadequados

 

·         Tendinite

·         Síndrome do túnel Carpiano

Ombros ·  Braços suspenso de forma prolongada acima do ombros ·         Tendinite

·         Bursite

Pescoço e Coluna · Flexão e movimento giratório durante a lavagem das cabeças e escovação dos cabelos,

·  Sobrepeso para um dos lados da coluna forçando o movimento por horas prolongadas

·         Dores

·         Rotura dos discos

·         Esmagamento dos nervos

Pernas ·  Permanecer por muito tempo de pé ou muito tempo sentado. ·         Tumefação

·         Inchaço

·         Calosidade

·         Varizes

Dando continuidade ao parecer da Sociedade Brasileira de Reumatologia observe as considerações abaixo:

Mas isso significa que quem sente alguma dor ou outro sintoma é portador de LER ou DORT?

“Não, necessariamente. Sintomas como dor, dormência, formigamento, sensação de pontadas ou agulhadas, diminuição da força, sensação de peso ou cansaço nos membros, inchaço, dificuldade de movimentação, desconforto, entre outros, podem ser decorrentes de diversas condições não relacionadas às sobrecargas biomecânicas no ambiente de trabalho. Muitos distúrbios reumáticos, imunológicos, hormonais, metabólicos, ortopédicos, neurológicos ou infecciosos podem ser responsáveis por sintomas que simulam um distúrbio osteomuscular relacionado ao trabalho. Portanto, faz-se extremamente importante procurar o médico para a realização de diagnóstico preciso e de adequada estratégia terapêutica.”

Esses distúrbios são incapacitantes?

“É muito importante desmistificar o prognóstico dessas enfermidades. Ao contrário do que alguns declaram, todos esses distúrbios têm tratamento e, felizmente, os casos mais graves ou que não respondem ao tratamento clínico, podem ser beneficiados por procedimentos cirúrgicos e reabilitação específica.”

Conscientização e mudança de hábito!

sistema_53b2f7024d88b

Portanto todos nós estamos envolvidos e devemos ter a consciência de que a segurança da nossa saúde e do nosso próximo está em jogo. O primeiro passo para uma mudança na qualidade de vida é a aplicação das normas de Biossegurança no dia dia do profissional. Isso envolve disciplina e persistência para mudar hábitos errados e vícios antigos. Não basta o salão oferecer uma estrutura adequada se quem o utiliza não reconhece a sua importância e não contribui para as melhorias. Lembrem-se, todos nós somos agentes transformadores e por meio das informações adquiridas aqui podemos proteger a nós, nossos colegas de profissão e a nossa sociedade, combatendo doenças e melhorando a nossa qualidade de vida. Mude sua vida e transforme a sua história, no exercício de uma brilhante carreira, marcada por conduta ética, profissionalismo e pleno sucesso profissional.

Tenha acesso ao conteúdo completo da cartilha da Sociedade Brasileira de Reumatologia no link abaixo:

http://www.reumatologia.com.br/PDFs/Cartilha%20Ler%20Dort.pdf

Sociedade Brasileira de Reumatologia www. reumatologia.org. br Av. Brigadeiro Luís Antonio, 2.466 gr. 93-94 CEP 01402-000 – São Paulo – SP Fone/fax: 55 11 3289 7165

Anúncios

Sobre Jailson Gaby

Tecnólogo em Beleza Estética e Imagem pessoal/Pós Graduado em Cosmetologia/Especializado em Educação profissionalizante na área de beleza.
Esse post foi publicado em Destaques, Saúde e bem Estar e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s